Encontrando o Baobá

Assim como na passagem do ano de 2009 para 2010 fiquei sensibilizada com a presença de uma amoreira; na passagem desta década (2010-2011), a árvore do momento é o BAOBÁ.

Os acontecimentos em torno desta árvore foram simplesmente chegando como os mais belos presentes de Natal da minha vida. A muito tempo, desde o começo do Árvores Vivas, sempre que podia mencionar árvores cuirosas e famosas nas atividades, lembrava do baobá fazendo referência ao famoso Pequeno Príncipe.

No final de 2010 conheci uma pessoa muito especial, que dotada de grande sensibilidade e idéias de vida muito simples, mencionava em todas nossas conversas o Pequeno Príncipe como inspiração, tão forte esta conexão, que dela ganhei de presente o próprio livro, que guardo, leio e releio com muito carinho.

Coincidência ou não, uma das minhas grandes amigas, Chantal, que me conhece desde o momento em que o Árvores Vivas nasceu, quis compartilhar um presente muito especial que recebeu de seu pai, o fruto de um BAOBÁ! No dia em que eu o peguei, a sensação de maternidade e cuidado com o fruto, inteiro e ainda fechado, foi imediata. Levei ele comigo para uma cidade no interior, para abri-lo no último dia do ano. Foi um momento muito especial, onde cada segundo revelava uma surpresa e descoberta, como as fotos abaixo revelam!

Sua estrutura quando aberta me trouxe muitos insights, principalmente o de um senso de nutrição incrível. Todas as suas sementes protegidas por um pó parecido com uma “espuma”  semi-rígida – semelhante ao do jatobá, estão conectadas com o galho da árvore, por onde flui a seiva, através de sensíveis conexões que lembram veias do nosso pulmão.

Conhecendo um pouco mais sobre o próprio baobá, podemos descobrir muitas coisas novas:

  • Sendo um baobá africano, sua espécie mais provável é a Adansonia digitada da família botânica das Malvaceas, por isso parente das paineiras e samaúma brasileiras;
  • Outros nomes populares do baobá são:
    • imbondeiro (Angola, Moçambique, Madagascar e Namíbia),
    • árvore-do-rato-morto (devido à forma como os frutos aparecem),
    • árvore-do-macaco-pão (o fruto faz lembrar a pele do macaco e quando seco faz lembrar farinha de pão),
    • árvore-de-cabeça-para-baixo (os ramos esparsos assemelham-se a raízes) e árvore-de-creme-tártaro,
    • em francês, é conhecida como arbre de mille ans (árvore-dos-mil-anos)
    • em suaíli como Mbuyu, Mkuu hapingwa, Mkuu hafungwa e Muuyu,
    • no entanto em toda a África é conhecida como árvore-da-vida!
  • O fruto do baobá realmente é especial:
    • conhecido na Angola por mukua ou máqua sua polpa seca e comestível, desfaz-se facilmente na boca e o seu sabor é agridoce, sendo rica em vitaminas e minerais. Pode ser tomada como uma bebida fresca quando dissolvida em água;
    • a polpa também é utilizada para a alimentação, em tempos de escassez de comida;
    • possui duas vezes mais cálcio que o leite e é rica em anti-oxidantes, ferro e potássio, e tem 6 vezes mais vitamina C do que uma laranja.

Quando lembramos do baobá, logo pensamos no Pequeno Príncipe. Mais interessante ainda, para nós brasileiros, é pensar que Antoine de Saint- Exupéry insiprou-se conhecendo pessoalmente os baobás no Nordeste. Veja fotos de baobás em Recife e em Natal. Em abril de 2009 seu sobrinho, François d’Agay e plantou um baobá em Itu – fotos do plantio aqui!

About these ads

15 Respostas para “Encontrando o Baobá

  1. Olá Juliana , moro a um ano e meio na cidade de Fernandopolis , e aqui na praça central tem uma espécie de arvore que me encantou , mas pergunto e ninguém sabe que tipo é …
    sei que em toda a cidade existem três pés duas na praça , ouvi dizer que foi um antigo morador já falecido que a palantou , gostaria muito de saber se conhece tenho um blog e já fiz dois posts sobre ela de tão apaixonada que sou .O meu blo esta com o nome do post de arvore das bolas que é o apelido que ela ganhou pelos moradores , gostaria que a visse se posisvél , Obrigada bjim iluminado pra vc .
    http://janeladesonho.blogspot.com/

  2. Juliana, o baobá está mesmo muito forte este ano.
    Nos florais que tenho feito, sempre entra a essencia BOAB, trabalha pensamentos negativos e padroes negativos dos antepassados.
    Pois este ano temos que expressar nosso melhor e só podemos fazer isto sem esta bagagem emocional negativa.
    Outra carateristica do fruto do baobá que intui quando vi a sua semente é que se o coração é dar incondicionalmente o pulmao é receber e trocar incondicionalmente.

    É receber de tudo, pois sem respiração nao há vida.

  3. Ju, vc é uma inspiração pra mim, obrigada por cuidar tão bem do meu Baobá! Os que eu plantei estão lindos!! beijo

  4. Juliana

    O ano passado minha chácara foi escolhida pela Comunidade Revista Natureza do Orkut,para sediar o encontro de varios membros da Comunidade.Fizemos uma bela festa junina.Ganhei de presente uma muda de Baobá,e todos meus amigos,ajudaram no plantio.Lá no meu blog,relatei sobre essa festa.
    Achei interessante a semente,porque lembra muito a semente da Munguba.
    Abraços
    Sonia Novaes

  5. Que liiiiindooo! Reunir tanta gente em volta de um (um?) Baobá através das palavras, imagens, experiência!! Adorei isso!! O Baobá da foto do google do seu link, é o “”””meu””” Baobá!! Meu e do meu pequeno príncipe! Bjus

  6. Olá!
    Trabalho com crianças, estamos lendo o livro do Pequeno Principe e pensando em um projeto maior, gostaria de saber da possibilidade de plantar um Baobá no rs. Não sei se a planta se adapta em nosso clima, condições para crescer… sementes. Aguardo seu retorno
    Grata
    Isabel

  7. ola juliana!!!!
    sou fascinado pelas gigantescas arvores baobás ,sequoias , castanheiras, jatobas etc…
    olha se cada pessoa contemplasse uma arvore e visse que somos tão pequenos perto delas plantariam urgentemente uma muda,não sei os outros mais subir e descansar no tronco de uma arvore e revigorante conversar com ela é incrivel senti-la é o máximo olha!!!sem comentarios!!!mais vamos lá!!!como faço para adquirir ou muda ou sementes de baobá quero muito plantarem uma pequena reserva aqui perto de minha casa espero sua resposta. partabens pelo seu trabalho que DEUS te abençoe e que vc continue assim defensora total dessa linda natureza !!!!beijos e parabens!!!

  8. Vi os baobás de Açú/RN e tirei lindas fotos. São demais de lindos e grandes. Estou interessado em adquirir o livro. Como faço ?

    • eles tem aprocimadamente mais d 400anos e muitas historias mais nois nao temos muita ajuda para prezevalos todo mundo acha bonito mais nao ajudao a prezevar essa historia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s