PAINEIRAS para o MUNDO

[vodpod id=Groupvideo.4095138&w=425&h=350&fv=allowingFullScreen%3Dtrue%26channel%3D3458764513827254930%26s%3D1%26inline_rating%3Dtrue%26site%3Dwidget-92.slide.com%26map%3D130100100%26adsense_channel%3D0085258241%26adsense%3DTrue%26adtype%3Dfullscreen]
<!–[if gte mso 9]> Normal 0 false false false MicrosoftInternetExplorer4

Cerca de um ano atrás, em viagem para o interior de São Paulo, na rodovia Marechal Rondon, avistei uma linda paineira, totalmente desfolhada e com frutos pendurados. Os frutos da paineira, depois da sua linda floração branca e rosa, parecem como abacates se vistos de longe. Com o tempo amadurecem e abrem-se em gomos e de dentro deles expande-se um algodão fofinho, muito utilizado antigamente para enchimento de travesseiros. Nesse algodão estão escondidas as sementes da paineira! As sementes que tem todo o potencial de se tornarem árvores únicas… O algodão ajuda as sementes a serem dispersas pelo vento e chegarem a outros locais para quem sabe germinarem!Eu colhi um desses frutos recém abertos,  com o algodão ainda compacto e umedecido. Coloquei o algodão para secar no sol, conforme li em alguns livros que consultei e, de repente, de um dia para o outro, o algodão começou a voar por todo o meu quintal! Foi uma alegria ver aquele vento leve, levando o algodão e as sementinhas que surgiam de dentro dele… Contei quase que 90 sementes dentro de um só fruto. Logo as coloquei para germinar e depois de quase 15 dias muitas foram emergindo os pequenos brotinhos, crescendo devagar…outras foram emergir mais tempo depois. Hoje umas são maiores, outras demoram mais para crescer, mas todas estão em tempo de serem plantadas em terreno definitivo.

Esta foi minha primeira experiência de germinação de árvores e foi um sucesso! Depois da paineira tenho germinado muitas outras árvores e agora as minhas primeiras filhas paineiras estão prontas para ir para um terreno, com bastante espaço e pessoas que queriam cuidar e recebê-las de braços abertos!

Já consegui plantar algumas delas. Duas foram plantadas na cidade de São Paulo por ocasião do aniversário da cidade e outras num terreno no litoral sul. Em São Paulo algumas saúvas já fizeram a festa comendo todas as folhas de uma delas… Descobri isso depois do gostoso e animado passeio ciclistico da cidade!  Ainda plantei mais três mudas em praças do Bairro da Pompéia, espero que não cortem elas ao fazer a capina do mato!

É importante agradecer as pessoas que têm me ajudado nesse plantio até agora: o Luciano Ogura que faz parte da equipe do projeto; o Clayton que nos ajudou com as ferramentas, adubo e plantio; o Ricardo com quem plantei e estamos germinando muitas árvores nativas e todos que já me falaram da sua vontade de plantar conosco e que num futuro próximo estaremos plantando!

A paineira é uma árvore nativa da mata atlântica, adora terra fértil, mas vive bem com uma seca, gostando bastante de clima quente sendo bem resistente ao sol, é uma árvore pioneira. De maneira simplificada isso significa que numa floresta é uma das primeiras espécies a emergir e tem uma vida de cerca de 50 anos, para criar condições de sombreamento para as árvores secundárias, mais sensíveis, nascerem sob um sol mais ameno.

A paineira que germinei é conhecida cientificamente como Ceiba speciosa, nativa da mata atlântica. Pode atingir até 30 metros quando plantada em meio a floresta competindo por sol e quando isolada terá cerca de 15 a 20 metros de altura. Seu tronco é sempre bem volumoso com até 120 cm de diâmetro e podem ocorrer acúleos – similares aos espinhos – principalmente nos galhos mais jovens da árvore. A família vegetal da qual faz parte, a Bombacaceae tem como característica reservar água em seu tronco, sendo também conhecida como barriguda por conta desta propriedade.

Quem da cidade de São Paulo se interessar por receber uma muda de paineira e combinarmos de plantar juntos essas filhas entre em contato por e-mail arvoresvivas@gmail.com

Anúncios

30 Respostas para “PAINEIRAS para o MUNDO

  1. Ju, que graça suas filhas Paineiras! Já tive esta experiência de germinar sementes de ipê amarelo, direto na terra, pois na época que morava em uma casa bem grande no interior de SP, não tinha a mínima noção do que precisava ser feito, rsrs
    Também vou começar a colher sementes para germinação em minha casa, em sementeiras. Como estou próximo da Serra do Japi, falarei com uma amiga bióloga que poderá me ajudar na captura das mesmas em uma visita que pretendo fazer com ela pela mata. Você já veio para cá? Se quiser que eu te avise, é só falar!

  2. Olá Juliana,

    Adorei conhecer essa sua nova experiência com uma espécie de maternidade de árvores nativas brasileiras.

    A paineira é rara enquanto árvore ornamental em Portugal, apenas conhecendo exemplares a sul de Lisboa. Aliás, em Lisboa existem alguns exemplares notáveis classificados como “árvores de interesse público” (Nota: Lisboa tem um desses climas fabulosos que são benignos, simultaneamente, para uma árvore do Brasil ou da Noruega!).

    Recentemente, eu e meu colega Miguel Rodrigues, propusemos uma paineira, situada na vila alentejana de Odemira, para classificação como “árvore de interesse público” (ver: http://arvores-do-sul.blogspot.com/2008/10/paineira-de-odemira.html). Estamos aguardando a resposta da Autoridade Florestal Nacional.

    Abraço

    • Olá Pedro… Fico feliz que gostou deste momento maternal das árvores! Estou adorando germiná-las e cuidar delas até o plantio! São tantas… acho que eu e meu namorado estamos cuidando de mais de 20 espécies… jequitibás, pau-formiga, araucária, peroba-rosa, quaresmeira, tingui, araribás (mais de 30 indivíduos), guapuruvu, ipês, eritrinas, ingá,… nossa são tantos e cada um tão especial!

      Adorei conhecer a paineira de Odemira! Espero poder conhecê-la pessoalmente em breve! As paineiras, assim como as sumaumas, são mães da floresta… possuem uma energia muito feminina e acolhedora! Criam como pioneiras condições de clima importantes para outras árvores mais exigentes emergirem!

      Tenha um ótimo dia! 🙂

  3. Oi Ju,
    Também já plantei minha paineira. Colhi as sementes em uma chácara em São Roque, 5 anos atrás. Depois de cuidar da minha paineira durante 4 anos dentro de um apartamento (!), e, ela tendo atingido 1 metro de altura, já colocando galhos, plantei-a em junho de 2008 numa encosta da av. 23 de maio, em São Paulo, bem perto do metrô Paraíso. No local tem um ponto de ônibus e um livreiro que tem sua banca no local e dá uma olhada para mim. Sempre passo lá e aproveito para tirar algumas fotos.
    Será que leva muito tempo para ela florir?
    Um grande abraço.

    • Olá Sérgio,

      Que bom saber de sua paineira! Um dia vou passar lá para conhecê-la… Mande as fotos para colocarmos no blog! 🙂
      A idade de maturação reprodutiva das árvores varia muito entre espécies. No caso da paineira, li que essa maturação pode levar cerca de 10 anos, mas não sei dizer se o fato dela ter ficado 4 anos em vaso pode ter diminuido a velocidade dessa maturação. Qual a idade dela hoje? Será lindo ver sua paineira dando a primeira floração!!! Visitei no carnaval as que plantei no Bairro da Pompéia e, mesmo depois de carpinarem o mato da praça elas permanecem lá! Fiquei feliz… Vamos manter contato sobre nossa filhotas!!!

      Abraço

  4. Olá pessoal.
    Gostei bastante desta matéria. Sou um apaixonado pela Paineira, pois tenho um passado muito ligado à esta espécie de árvore. Nasci em Terra Roxa estado do Paraná e cresci debaixo de uma belissima paineira. Abraços

    • Olá Nadir… Fico feliz que gostou da matéria! Crescer embaixo de uma paineira realmente é uma experiência fortíssima! Sempre que posso fico embaixo delas acolhida!!! Se estiver em São Paulo e tiver espaço para adotar uma das mudas, guardo uma para você!!!

      Grande Abraço

  5. olá jú! venho admirando as paineiras a algum tempo, e já estou mega-apaixonada por elas…faço biologia e estou tendo botanica agora…pesquisando na net descobri como ela “sobrevive” sem as folhas, fazendo fotossintese pelo caule…ai, ai, meu amor só cresce…fiquei surpresa ao ver, na foto, q v6 plantaram uma(s) muda(s) na rua da minha faculdade, no bairro da pompéia…vou dar uma passada lá pra ver como ela(s) está(o)…juro q o q eu mais queria era poder plantar uma para vê-la crescer bem de perto…mas infelizmente eu não tenho quintal, e ainda por cima moro em prédio…vou continuar admirando as da cidade, e tentar semear uns arbustos aqui perto de casa, pra ter algo verde pra olhar da minha janela…

    que a sua maternidade de muitos e bons frutos…parabéns mamãe!!!

    • Olá Mariana,

      Agradeço muito por ter visitado nosso blog e deixado comentário tão sensível!!! Relamente é uma árvore surpreendente, ela tem uma energia tão acolhedora… como uma mãe!! Germinar e plantar árvores é uma das coisas mais especiais que uma pessoa pode sentir na vida! São seres muito especiais do nosso planeta! Fico feliz que algumas das mudinhas possam ser visitas e reconhecidas por pessoas que conheçam nosso projeto! Devo passar lá daqui a alguns dias! Se desejar estamos realizando o PEDAL VERDE todo último domingo do mês e iremos neste dia 31 plantar e fazer a manutenção em uma praça pertinho da AV Sumaré! Acesse o blog do pedal http://pedalverde.wordpress.com

      Muita Luz em sua Vida.. Seja sempre essa pessoa amante da natureza! Não deixe de sentir e estar com ela pessoalmente!!!

  6. Olá novos amigos.Temos uma paineira na chácara e como dizem q ela tem aproximadamente 200 anos, estou curiosa p saber se elas duram esse tempo todo mesmo. Sou paranaense e nasci no meio das matas,me ajudem nesta informação,pois quero escrever uma poesia relacionando esta paineira com minha família.Sou como vcs amo a natureza e espero fazer uma linda poesia. Grata pela atenção.

    • Olá Zelinda,

      Que alegria a sua de poder conhecer esta árvore tão especial… As paineiras são árvores secundárias no processo de recomposição das matas e podem sim chegar a 200 anos. Quando tiver sua poesia gostaria muito de poder ler e quem sabe publicá-la no blog – Fotos e Depoimentos – com a foto da árvore!!!

      Feliz natal para você e sua família!!!

  7. Olá. fiquei encantada com este sitio.Há já imenso tempo que procurava informação detalhada sobre estas magnificas árvores, hoje tive sorte, pois o filme que mostram é muito elucidativo. Só me resta a imensa tristeza de viver tão longe do Brasil, aquele abraço.

  8. Olá Juliana
    Sou Paulo e tenho um pequeno sitio no pé da Serra do Japi em Jundiai. Interessante o fato de que sem saber porque tenho uma admiraçao toda especial pela paineira. Me parece sempre uma árvore que guarda histórias antigas em sua memória….rs. É rustica e ao mesmo tempo delicada, seus acúleos são ameaçadores, mas ela é muito acolhedora
    Parabéns pela sua maternidade. Estou aprendendo a plantar árvores e a primeira que plantei foi uma paineira no lugar mais nobre do sítio, bem na entrada. Ela está linda, é uma muda com 2m de altura e promete muito. Vou plantar outras espécies mas tenho certeza de que a pequena paineira vai ser a mais querida de todas.
    Abraços

  9. Olá Juliana,
    Há tempos tenho essa paixão por semear árvores e plantá-las onde for possível. Há uns 12 anos atrás ganhei uma muda de Árvore da China e cuidei dela até poder plantá-la em frente a casa que eu morava, hoje ela é uma árvore maravilhosa. Depois comecei a fazer mudas de Ipê amarelo, pq no vizinho tinha um e as sementes germinavam sozinhas em casa, eu ficava com pena que elas não se desenvolvessem e acabava transplantando-as em saquinhos de leite.
    Uma amiga plantou quase todas as margens de um rio em Jaguariúna, onde tem uma chácara. Depois disso virei uma semeadora inveterada. Colho qualquer tipo de semente e me delicio em vê-las brotando. Já mandei várias mudas de Ipê Roxo, Amarelo, Rosa e Branco p/ uma tia plantar na fazenda dela, e o resto vou distribuindo do jeito que dá. Hoje tenho aqui em casa 63 Ipês Rosa, 2 Chapéu de Sol, 9 Lichias, 75 Árvores da China, 4 Bauhinias e uma Paineira maravilhosa que nasceu sozinha, não fui eu que plantei, foi o vento. Estou esperando p/ fazer mudas do meu Jacarandá, esse eu comprei e plantei em frente de casa, mas a primeira florada foi no ano passado e as sementes ainda não amadureceram.
    Bom, como vc pode ver é minha paixão.
    Parabéns pela sua.

  10. Olá..olha gostei muito da sua postagem… sou estudante de Florestas estudo no Instituto Federal de Rondonia…Estou quase implantando um projeto sobre a paineira..Gostei muito do seu gesto..:)…Vlw! 😀

  11. Olá… goostei da materia tamabem plantei 5n paineiras nos canteiros das avenidas em Limeira Faz 2 anos estão pequenas aindas mais a experiencia é gratificante sempre que posso vou ao local rega-las e fazer manutençao

  12. Bom dia Ju, apenas para que possa confirmar o meu anterior e ter certeza de que serei atendido!

    Pesquizando o google sobre mudas de Paineiras, encontrei voce aqui e nem sei como será que pode me ajudar.
    Estive visitando Minas Gerais durante o carnaval e como as Paineiras estavam lindas, logo imaginei replica-las no Nordeste, onde trabalho há mais de 8 anos.
    O que fiz? Peguei um pedaço do galho e trouxe para tentar fazer esta tentativa de ter uma espécie aqui, mas ao ler a sua matéria, fiquei meio que desanimado por saber que estas mudas são através de sementes, e não de galhos como eu imaginava, pois algumas vezes já vi galhos brotarem e se formarem em verdadeiras Árvores.
    Seria possivel eu conseguir uma destas suas mudas para trazer e tentar o plantio aqui em Recife?
    Faço muitas trilhas por matas , alem de treking, e isso eu escolheria a Pedra da Boca, na cidade de Araruna-PB, divisa com o RN para que no futuro muitas pessoas contemplassem enquanto descansarem sob a sombra desta linda árvore.
    Aguardo retorno desta minha solicitação, uma vez possível, peço ao meu filho ir buscar a muda, pois minha familia mora em SP e eu viajo um avez por mes para lá.

    Att,
    A.Trindade

  13. Boa noite Armando,
    Recebi uma cópia do seu post e se te interessar eu tenho algumas mudinhas de Paineira. Aqui perto de casa tem uma praça cheia de paineiras e qdo elas florecem eu pego várias sementes e as faço germinar. Por sinal estão todas em plena floração.
    Tenho inclusive mudinhas de Paineira da Índia que tem as flores vermelhas (maravilhosa).
    Moro em Campinas – SP
    Se tiver interesse é só responder a este post.

    Karen

  14. Ola Juliana,
    Vivo atualmente em Maryland USA, mais comprei um terreno em Mato Grosso, e neste terreno ha uma paineira ,ja na fase adulta medindo mais de 20 metros, eu ainda nao conheco a arvore, so por fotos:Mas me falaram que as paineiras abrigam um tipo de percevejo (nao foi visto ainda na minha arvore) que alimenta do necta das flores.
    Sera que este percevejos e o mesmo que atacam as residencias???, uma verdadeira praga.
    Nao gostaria de sacrificar a arvore, mesmo sem conhece-la , ja gosto da ideia de p
    reservala. Me ajude nesta questao, desde ja obrigado. Att – Pereira

  15. Oi Ju!
    Maravilhosa a sua iniciativa de multiplicar espécies de plantas nativas.
    A Paineira para mim é muito especial. Ela tem “gosto” de infância. Cresci praticamente debaixo delas na fazenda do meu avô onde passei toda a minha infância e onde sonhei todos os sonhos em travesseiros feitos do seu algodão. Que saudade de sua maciez!!!
    Tenho procurado na internet onde encontrar travesseiros ou mesmo o algodão, mas não tenho tido sorte. Alguém poderia me informar como posso encontrar?
    É muito importante para mim.
    Parabens pela experiência da maternidade de plantas e sucesso.
    Abraços.

    • Olá Leidamar,
      Fico feliz com sua visita ao blog e por partilhar lembranças tão lindas sobre a paineira na sua infânica!! Eu realmente não sei se você conseguirá comprar a paina, mas tenho certeza que muitas paineiras frutificarão ano que vem e você poderá coletar tanta paina quanto for necessário!! Boa sorte e bom final de ano!!

  16. Oi Juliana. Parabéns por compartilhar sua admiração e amor pelas arvores nesta iniciativa. Também sou de Jundiaí e busco uma forma de plantar uma paineira na minha futura residencia, num terreno de 1200m2. Vou te escrever no arvoresvivas@gmail.com e será otimo se puder contar com sua experiência e orientação nessa empreitada. Abraço e sucesso! Alessandro

  17. O mundo devia ser habitado só por pessoas como vocês, pelo que não estaria em perigo de passar por grandes transformações fatais para todas as espécies animais e vegetais.
    Enquanto vocês (eu também), colhemos as sementes e facilitamos o nascimento de árvores, outros as destroem sem compaixão.
    Por vezes me pergunto se as árvores, que cuidamos desde pequeninas com muitos cuidados para evitar doenças e falta de condições de vida, desenvolverão qualquer espécie de sentimento em relação a nós.

  18. Admirável a sua determinação em preservar a nossa mãe natureza , se todos pensassem e agissem igual a vida neste planeta seria muito melhor.Parabéns, voce está fazendo a sua parte e já conta com o meu respeito e admiração. Eu gostaria de saber se a paineira se desenvolve bem em clima quente como o do Nordeste, mais especificamente Recife -PE .Moro em um conjunto habitacional onde há muito espaço entre prédios que eu pretendo plantar arvores de grande porte que tenham muitas flores e melhorem o visual que anda muito degradado. Gostaria também de saber como posso conseguir as sementes desta árvore maravilhosa. Muita paz e luz ,

    Lúcia Santiago

    email: lúciasantiago13@hotmail.com

  19. Amei esse discurso sobre a paineira que me remete a fazenda de meu pai em Santa Amelia, PR. Convivi com essa árvore por muito tempo e o seu algodão embalava os meus sonhos. Estou em busca de mudas ou sementes para plantar no sitio de meu irmão em Pitanga, Pr. Ficarei muito grata se puderem me ajudar. Aceito sementes de outras espécies também. Estou muito feliz em saber que não estou sozinha nessa paixão de reflorestar o mundo.
    Meu email: elza16@msn.com
    Beijos a todos,
    Elza Teixeira

  20. tenho uma pequena muda de paineira no vaso porque queria fazer um bonsai. Ouvi falar que se você tirar a primeira folha que nasce ela começa desenvolver melhor é verdade isso ? ou você acha melhor deixar cair sozinho? obrigado pelas nobres informações

    • Olá Daniel,

      A prática de técnicas de bonsai tradicional são bastante orientadas para conseguir que a árvore adquira formas, desenhos, orientações de tronco e galhos conforme o desejo e projeto desejado. Este caminho de condução da árvore em vaso exige acompanhamento continuo tanto na condução das estruturas da árvore com podas e amarrações, assim como as adubações por manter ela em vaso. Indicamos que procure escolas e profissionais especialistas para orientá-lo. Desejamos que obtenha sucesso.

  21. Olá, vcs saberiam me dizer se uma painera de aproximadamente 1,5m que foi cortada no caule, mas que continua planatada tem chances de continuar viva ? E se a árvore cortada pode ser replantada ? Obrigado, cortaram minha painera, por engano é eu preciso saber se consigo salva-la e se é possível replantar a árvore cortada.

    • Olá Marcelo,

      agradecemos seu contato e interesse em salvar sua árvore. Paineiras costumam ser resistentes a cortes drásticos quando jovens pois seu caule ainda verde, realiza fotossíntese assim como as folhas. Essa característica promove crescimento rápido da espécie e pode salvá-la em uma situação como a que você descreve. No entanto não recomendamos que seja feito o transplante da parte da árvore que está enraizada neste momento, pois ela já está frágil e precisará reunir todas suas forças e energia para rebrotar novas folhas o quanto antes. Preservar ela no local onde está plantada neste momento pode ser a diferença entre ela sobreviver a esse corte ou não. Curiosamente, se você plantar a parte do galho que foi cortada, e ficou com as folhas, pode ser que ela enraize e você tenha duas árvores clones. Faça essa tentativa. Espero que ela fique bem e sobreviva. Boa sorte, esperamos ter ajudado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s