Você conhece uma cactácea COMESTÍVEL?

Por Adriana Sandre

Revisão Juliana Gatti

O gênero Pereskia, da família das Cactáceas, tem cerca de 25 espécies com cactos foliares, distribuídos pelo Brasil e o México.

A P. aculeata é uma arbusto com caule suculento da família das cactáceas originário da América Tropical. Na mata é comumente encontrado junto ao Gurrupiá, uma planta espinhosa que produz frutos em época semelhante a P. aculeata – os passarinhos ao comer os frutos de ambas as plantas acabam por dipersá-las conjuntamente.

Seu nome de origem indígena Guaiapá significa “planta que produz frutos com muitos espinhos finos” outro nome popular conhecido pelo seu termo em latim é “ora-pró-nobis” que significa ore-por-nós ou rogai-por-nós. Já seu nome científico é uma homenagem ao cientista francês Nicolas C. F. Pereisc e o epíteto específico: aculeata significa espinho.

É comumente usado no paisagismo pela proteção que garante em cercas vivas e pelas sua floração que, apesar de efêmera, é extremamente bela e podem ser comestíveis.

Ricas em ferro e proteínas, suas folhas podem ser consumidas in natura, refogadas, em sopas, tortas e pães, e também utilizadas no tratamento de anemias pelo seu alto valor nutritivo. No interior há o costume de misturar suas folhas ao angu e também cozinhá-las junto com o frango à cabidela.

Em uma aula de botânica acabei por comê-la crua juntamente com a Juliana foi muito engraçado o prof. Dr Pirani nos reportando que ela seria melhor consumida em refogados ou receitas… Tive a oportunidade de me deliciar dessas folhas em um prato típico com a folha… e coloco aqui uma receita de Torta de ora-pro-nobis para que vocês também tenham!!! Deliciem-se! (fonte: http://tvtem.globo.com/culinaria/receita)

Torta de Ora-Pro-Nóbis

Ingredientes:
1 kg de filé de peito de frango
1 cebola média picada
1 tomate picado
5 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 colher (sobremesa) de fermento
2 colheres (sopa) de azeite
1/2 xícara de requeijão
1/2 litro de leite
Tempero
1 ovo
1 maço de ora-pro-nóbis
1 colher (sopa) de manteiga
3 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de manteiga
1/4 de xícara de leite
Sal
 

 

Preparo:
Recheio:
Coloque o azeite na panela e doure o frango.
Acrescente o tempero.
Molho Branco:
Coloque manteiga e um pouco do leite.
Quando ferver, acrescente a farinha dissolvida no restante do leite.
Deixe cozinhar e acrescente o requeijão.
Na panela do frango, acrescente cebola, tomate e ora-pro-nóbis.
Misture ao molho branco.
Reserve o recheio.
Massa:
Misture a farinha de trigo, manteiga, fermento, sal, ovo, o leite.
Abra a massa envolvendo toda a fôrma.
Coloque o recheio e cubra com a massa.
Pincele uma gema de ovo para dourar.
Leve ao forno por 30 minutos, até assar.

Pereskia grandifolia - foto Luciano Ogura

Pereskia grandifolia - foto Luciano Ogura

 

Em Pompeu, Minas Gerais, há um festival do Ora Pro Nobis. Criado em 1997, o festival reúne inúmeros pratos típicos com a folha: frango, camarão, costelinha, arroz, angu, carnes, tortas, entre outros. Espero um dia poder visitar o festival e trazer fotos…

Outra espécie que pode ser consumida é a P. grandifolia, comumente encontrada no Brasil, seus nomes populares Brasil a fora vão desde a cacto rosa, jumbeta a ora-pró-nóbis semelhante a P. aculeata. Suas flores que desabrocham pela manha e ao cair da noite murcham, são um espetáculo a visão! Suas folhas tem enormes quantidades de vitamina, proteína e sais minerais.

Flor de Pereskia - foto Luciano Ogura

Flor de Pereskia - foto Luciano Ogura

A P. aculeata difere da P. grandiflora e da P. bleo por possuir flores brancas, na ausência de flores o reconhecimento se torna mais difícil. Já a P. grandiflora possui flores rosas e é mais abundante que a P. bleo Há algumas espécies do gênero que não podem ser consumidas.

Pereskia - oto Luciano Ogura

Pereskia - foto Luciano Ogura

FICHA TÉCNICA

Gênero: Pereskia

Família: Cactaceae

Origem: América Tropical

Porte: trepadeira arbustiva (galhos chegam até 10m de comprimento)

Cuidados: Plantas de clima quente, solo drenado e arenoso

Cultivo: Recomenda-se adubação uma vez ao ano. Recomenda-se pequenas podas a cada cinco meses. O plantio da Pereskia é favorável em épocas com clima quente e úmido.

4 Respostas para “Você conhece uma cactácea COMESTÍVEL?

  1. Eu tenho ora pro nobis plantado em vaso na minha casa.
    Gosto muito refogadinha.
    Mas um dia desses uma pessoa viu o pé aqui e me disse que esse tipo não é comestível.
    Que a comestível é apenas a que tem a flor branca.
    É verdade isso?
    A que tenho tem a flor rosa como essa que aparece na foto (Flor de Pereskia – foto Luciano Ogura)
    Depois disso não tive mais coragem de comer!!!!
    Grata pela atenção!
    Viviane

    • Viviane,
      Não se preocupe, é liberada a folhagem desta pereskia grandfolia, com flores cor de rosa, são excelentes para cozidos e feitas do jeito que vc quiser, eu já experimentei e te recomendo, pode comer se medo.
      grande abraço,

  2. Eu cultivo e faço doações para o país todo.É só enviar e-mail para:nobukunister@gmail.com.Tel(17) 3462 6732

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s