Como plantar uma árvore?

Dando sequência aos artigos apoiados pela M2 Investimentos, vamos promover maior proximidade com os detalhes que temos de estar atentos ao realizar o plantio de uma árvore. No entanto, antes de plantar, não se esqueça de escolher a espécie mais adequada ao local de plantio. Para isso, você pode consultar nosso outro artigo Árvore certa, lugar certo.

Caso você opte por plantar em locais públicos ou que não estejam sempre sob seus cuidados, tenha em mente que é mais adequado escolher mudas com no mínimo 1,5m de altura para garantir que as pessoas que frequentam e fazem manutenção destes espaços, realmente identifiquem a presença da árvore, não cortando ela com cortadores de grama ou muitas vezes atropelando com a correria de um jogo ou brincadeiras com cães. Seria muito interessante, neste caso, verificar também se não há uma proposta de reforma do local junto ao órgão público responsável, ou conhecer o projeto que será implantado no futuro para definir o local que a árvore poderá crescer plenamente sem ser suprimida ou sofrer transplantio.

Com essas etapas de observação, reconhecimento do local e espécie definidas… Vamos ao grande acontecimento! Se você já escreveu um livro e teve um filho, você está a um passo de realizar suas três ações para uma vida completa! Mas saiba que, depois da sua primeira árvore plantada, talvez você queria plantar muitas e muitas mais pelo resto de sua vida!!! Não deixe de convidar seus amigos, parentes, filhos e bichos de estimação para fazer parte deste momento!

  • Abrindo o ” berço” para o desenvolvimento de uma nova vida

A abertura de um berço é uma ação importantíssima para o melhor desenvolvimento da sua muda, pois através deste processo você promove a aeração e movimentação da terra na área próxima do torrão, exatamente no espaço onde irão se desenvolver as novas raízes da planta.  Portanto, quanto maior o berço que você puder cavar melhor. Tanto na profundidade quanto no diâmetro, tendo sempre o bom senso de avaliar as possibilidades do ambiente onde está sendo realizado o plantio. Esta terra retirada do local, deverá ser misturada com terra fértil adubada antes de preencher o berço novamente. Também é interessante, promover nas paredes do berço, algumas reentrâncias para que as raízes encontrem pontos de entrada convidativos na terra compactada do terreno.

  • Limpando as raízes, preparando o torrão

Quando a muda está no torrão por algum tempo, ela começa a desenvolver suas raízes naquele espaço determinado e aos poucos elas saem através dos furos de drenagem para achar mais terra e conseguir se desenvolver e absorver mais nutrientes. Estas raízes, que estão para fora do saquinho de muda, podem ser podadas antes do plantio, buscando estimular o crescimento de novas.

Ao retirar a muda do saquinho, é essencial preservar o torrão de terra que protege as raízes já desenvolvidas da muda. Esse cuidado irá promover maior chance de sobrevivência da muda na sua nova casa. Portanto, tenha muita calma e cuidado ao realizar a manipulação do torrão.

  • Alinhando  e estabilizando a árvore em sua nova morada

É muito importante certificar-se que a muda está bem alinhada, firme e fixa no seu novo espaço. Tenha atenção para posicionar o torrão ao centro do berço e alinhar o nível do torrão com o nível do terreno, não encobrindo ou aterrando a área de transição do caule para a raíz – chamado de colo da muda. Esta região da planta é importantíssima manter-se no nível da terra, para garantir a saúde da árvore. Depois, ao completar todo o berço com terra, ajude a fixar o torrão apertando a terra ao seu redor, firmando com os pés ou mãos delicadamente. Por fim, ajude a dar direção para o desenvolvimento do caule de forma ereta amarrando um tutor de bambu ou madeira mais alto que a própria muda.


  • Garantindo a “pega” da sua muda

Sua muda recém plantada passará por um período de adaptação ao novo local. Para ajudá-la a desenvolver suas novas raízes, que são necessárias ao crescimento da árvore, é importantíssimo preocupar-se com a irrigação desta muda semanalmente, principalmente em períodos de clima seco, por aproximadamente 1 ano.


  • Adubação

Quando plantamos diretamente na terra, sem ser sobre laje ou vasos, a planta naturalmente pode criar condições de repor seus nutrientes. No entanto, adubações ao menos anuais podem fazer com que sua árvore fique ainda mais bonita. Dê preferência por adubos orgânicos e naturais como húmus, que pode ser incorporado na terra, na projeção da copa da árvore evitando machucar a raiz. Ou ainda, biofertilizantes que podem ser diluídos em água e regados facilitando a adubação.

  • Podas de direcionamento

Durante o crescimento de sua árvore, ela naturalmente irá brotar novos galhos e irá perder os mais antigos ganhando altura. Algumas vezes será necessário orientar melhor este crescimento com podas que permitam que ela se adapte melhor a um espaço conforme a circulação e ambiente que está inserida. Esteja atento e tenha sempre muito critério e cuidado ao realizar as podas de galhos ainda novos, que farão a árvore sentir menos.
———————————–

Todas as fotos que ilustram este artigo foram tiradas em uma das saídas do PEDAL VERDE

3 Respostas para “Como plantar uma árvore?

  1. Amei esse artigo,pois faço gestão ambiental e preciso muito saber essas técnicas de plantios ,tendo em vista que trabalharemos muito reflorestamentos.sem contar q estou desejosa d ter uma arvore na frente da minha residência.

  2. Sou consultor de projetos de uma empresa jr., gostei muito de seu artigo, gostei também do árvore certa, lugar certo. Me ajudou muito!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s