Celebrar com flores, frutos, sabores e mais vida

Celebrar-floresfrutossabores-vida

por Juliana Gatti post originalmente publicado no portal Conexão Planeta em 11 de janeiro de 2016

Estamos no começo de um novo ciclo e renovação, de um grande momento de passagem, mais uma volta completa em torno do sol. Celebramos o ano novo seja planetário, seja pessoal. Celebramos, ao longo da vida, inúmeros outros ciclos e momentos. Tenho certeza de que você consegue contar nos dedos das mãos e dos pés os acontecimentos que merecem ser guardados na memória de tão valiosos, significativos e marcantes em sua vida.

Comemorações e ocasiões especiais como o nascimento dos filhos, as bodas de uma união, aprovação em concursos ou provas, início de empreitadas profissionais, conquistas pessoais de sonhos e projetos e, até mesmo, a passagem de pessoas queridas. Geralmente, compartilhamos cada uma dessas experiências e os sentimentos que provocam – por mais particulares que sejam – com pessoas de nossos círculos de relacionamento.

Vejo, com clareza, toda essa riqueza de acontecimentos da vida reverberarem na natureza. Mesmo naquele pequeno jardim que nasceu espontaneamente em meio ao concreto, com as plantinhas que, em suas vidas singelas, porém plenas, vivenciam uma enormidade de conquistas e passagens. A primeira raiz, a primeira folha ganhando as alturas com a força de sustentação do seu “corpo”, a primeira flor, a visita de polinizadores, a relação temida com os predadores, o amadurecer dos frutos, a chegada comilona dos dispersores. E, assim, as plantinhas – sejam pequenas e pouco notadas, sejam grandes árvores majestosas – vão completando e metamorfoseando seus ciclos e experiências.

Você, como eu, enxerga toda essa similaridade, analogia e complementaridade? Melhor dizendo: você nota como nós não somos em nada diversos da natureza, mas, sim, somos ela própria?

Por assim notar, desde que iniciei as ações do Instituto Árvores Vivas – já em uma das primeiras das muitas atividades que realizei, fosse em palestras ou consultorias -, quis estimular as pessoas em momentos especiais, para que compartilhassem as alegrias, os aprendizados e as experiências presenteando amigos, família, colaboradores e parceiros com árvores e plantas. Isto porque, para mim, elas simbolizam (em toda sua existência) o valor e a beleza de cada uma das passagens e experiências que vivemos.

É certo que cada planta possui simbologias e significados direcionados para uma ou outra intenção: o alecrim, por exemplo, traz mais felicidade e alegria; as sementes de camomila se adequam perfeitamente ao nascimento de um bebê. As romãs simbolizam prosperidade e amor, enquanto que a jaboticaba nos oferta abundância e muito sabor. Há casais que compartilham, na sua união, o calor das pimentinhas. Mas, quando a sabedoria de uma octagenária é celebrada, uma floresta inteira para as gerações futuras pode ser plantada.

Há quase dez anos promovo a escolha por lembrancinhas e presentes vivos e criativos. Hoje, vejo que essa “moda” realmente pegou, mas ainda podemos espalhá-la mais e, quem sabe, transformar essa prática em um hábito constante na sociedade. Quando comecei o trabalho com o instituto, os parceiros que abraçaram essa ideia foram pioneiros em seus eventos e, certamente, marcaram sua presença de forma muito positiva.

Cada ocasião especial tem uma particularidade que pode ser traduzida por uma espécie de muda ou semente de acordo com o conceito imaginado e a intenção celebrada. Muitas vezes, a escolha da melhor espécie para a ocasião – flor ou árvore? – é feita a partir da memória afetiva de um acontecimento marcante ou a partir do sentimento e significado que o momento representa. O importante, a meu ver, é distribuir cada vez mais vida, flores, frutos e sensações que nos façam lembram da nossa própria natureza.

Até hoje, o Árvores Vivas oferece para seus parceiros essa consultoria, além de preparar carinhosamente as mudas e sementes por eles escolhidas, com embalagens e cartões personalizados. A vida de cada planta é muito respeitada e valorizada, por isso mudas e sementes são sempre acompanhadas com informações detalhadas da espécie, com dicas de plantio e cuidados. E o mais importante: além de ajudar a semear vida, a renda obtida com os produtos é revertida para ações e programas do instituto. Este ano, especialmente, vamos fortalecer mais a opção de presentear e celebrar acontecimentos com o plantio de árvores nativas, já que estamos sentindo na pele a falta de cada árvore em pé, viva e forte em nosso planeta.

Se cada pessoa, em cada momento especial da sua vida, presentear com árvores e sementes, certamente nosso planeta continuará sendo nossa casa tão especial. Conto com você para semear essa prática!

Um 2016 muito verde, próspero e pleno pra todos nós!

Foto: Jaboticabeira / acervo Instituto Árvores Vivas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s